"Não. Os secadores de mãos não são eficazes para matar o novo coronavírus. (...)" Será? Jornal Notícias

by Aida Chiau

Etiqueta: Verdadeira

Data da declaração: 07 de outubro de 2020

Data da verificação: 08 de Outubro de 2020

Esta declaração consta no Jornal Notícias, Edição N.° 31.110 da quarta-feira, 07 de Outubro de 2020.

A referida informação encontra-se na página inicial do Jornal nos seguintes termos:

"Não. Os secadores de mãos não são eficazes para matar o novo coronavírus. (...)" 

O MISACheck em parceria com o Moz Check analisando a veracidade da informação acima, constatou que já se havia relatado a existência de rumores de que uma explosão de 30 segundos de um secador de mãos poderia matar o coronavíros. No entanto, não há ainda evidências científicas por trás dessa alegação.

Segundo artigo publicado pela Fundação Mayo, além de lavar bem as mãos, é importante garantir que as mãos estejam secas após lavá-las. Mãos molhadas transmitem bactérias e vírus com mais eficiência do que mãos secas. Além disso, as toalhas de papel podem ser melhores para secar as mãos higienicamente do que os secadores de ar quente, em parte porque eles secam as mãos mais rapidamente. 

Por seu turno, a OMS reconhecendo a existência de rumores sobre medidas de prevenção e cura do coronavíros, pronunciou-se na sua página Mythbusters sobre os secadores de mãos, esclarecendo que os mesmos não são eficazes para matar o coronavíros, o que torna a informação transmitida pelo jornal Notícias verdadeiro. 

Por fim, a OMS reitera a necessidade de lavagem frequente das mãos com solução de álcool ou sabão. E uma vez limpas, secar as mãos usando toalha de papel ou um secador de ar quente.